segunda-feira, 9 de março de 2009

Inclusão pela Música

Blogagem Coletiva proposta pela Ester do Esterança.

A Inclusão pela música : Harmonia Enlouquece

O projeto “Convivendo com a Música” nasceu no Centro Psiquiátrico Rio de Janeiro há mais ou menos 9 anos, através do desejo de oferecer um espaço onde os sujeitos envolvidos pudessem vivenciar diversas atividades sonoras musicais, dando lugar à expressão, à criatividade e à comunicação, sendo coordenada pelo psicólogo e musicoterapeuta Sidnei M. Dantas. Trata-se de uma atividade aberta a todos da instituição, sejam usuários ou técnicos, pessoas que, afetadas pela música e pela poesia, encontram-se uma vez por semana para ouvir, cantar, tocar, compor e, sobretudo, estabelecer um contato rico em sentimentos e emoções através da matéria sonora.

Através dessas composições, fala-se da história de vida dessas pessoas e, dessa forma, pretendemos vê-las compartilhadas e valorizadas.

O grupo “Harmonia Enlouquece” emerge como desdobramento de tais encontros, dando corpo e voz aos nossos “delírios musicais”, com canções próprias e interpretações do cancioneiro popular.


1º CD


Música: Sufoco da Vida

Show do projeto Loucos por Música - Evento realizado em maio de 2007 no Vivo Rio com a participação de Zelia Duncan, Gilberto Gil, Cidade Negra e Harmonia Enlouquece. Apresentação de Elisa Lucinda

2º CD


Ensaio do Conjunto – Eu, componentes do Harmonia, alunos do 4º ano do Curso de Formação de Professores do Colégio Heitor Lira

Costumo formar um grupo de alunos e leva-los para conhecer o projeto, participar do ensaio e com isso desmistificar a idéia do transtorno mental como algo muito perigoso.

Normalmente eles voltam com uma outra visão da “loucura”, conscientes de que a arte, o convívio com a família, o tratamento hospital dia são passos importantes para a cura ou para uma melhor convivência com a doença.

“Para navegar contra a corrente são necessárias condições raras: espírito de aventura, coragem, perseverança e paixão". Nise da Silveira

Centro Psiquiátrico do Rio de Janeiro

Praça Cel Assunção, s/n

Gamboa – Rio de Janeiro
Tel.: (21) 2516-5504

Harmonia Enlouquece: http://www.harmoniaenlouquece.com/

12 comentários:

Georgia disse...

Regina, as criancas aqui em casa freqüentaram um Jardim de Infância integrativo, onde elas tinham contato com criancas com Sindrome de Down. Hoje em dia quando encontramos com um deles em algum lugar, as nossas criancas agem normalmente com elas, conversam e sentem orgulho de as conhecerem.

Belo post e videos.

E como foi a chegada da filhota? E a mala?

Bjus

Maria Thereza disse...

Re, muito bom e explicativo....melhor dizendo despreconceituoso!!!!
Pq não podemos estar juntos em toda e qualquer situação corporal e espiritual? Se estamos aqui é por algum motivo e seja lá como nos encontramos, mental ou fisico, SOMOS!!!!!
Nise faz uma faltaaaaaaaaa.....
Beijos Regina e muito obrigada mais uma vez!!!!

Mônica Reis disse...

REGINA, adorei conhecer através de você o "Harmonia Enlouquece", realmente, a inclusão de pacientes psiquiátricos não é fácil, nossa sociedade ainda não entende o que é "diferente", embora ninguém seja "igual". A música, a arte podem ser transformadora, pois trabalho os sentimentos.

Andréa disse...

O transtorno mental é um assunto que dá pra falar horas a fio ... Já leu um livro chamado Memórias do Delírio ? Se não leu, vale a pena. Eu tenho aqui comigo.
Viva o Harmonia Enlouquece !
Grande beijo !!

Compondo o olhar ... disse...

lindo seu texto, parabens pela bela participação nesta gde idea, a blogagem coletiva.


abraços

Philip Rangel disse...

Muitas vezes pergunto como que simples atos de verdade como foi desempenhado pela Ester, nos faz entrar nesse mundo magico de verdade; esse mundo que ao mesmo tempo falamos de algo serio, encontramos novos amigos, novos conteudos. Isso se chama mudança, isso é incluir na sociedade, mostrando o que somos capaz. E hoje ao ler seu conteudo deparo com varias suspresas como essa, que faz eu parabenizar a vc.. pelo excelente trabalho...

Continuemos....abraços

"A gente nao faz amigos, reconhece- os"
Vinicius de MOrais

Eurico disse...

Maravilha de projeto. Isso sim é o que precisamos fazer em nossa sociedade. Música e criatividade ajudando as pessoas a viverem melhor. Parabéns!

Anônimo disse...

Parabéns pela escolha!
Esse é realmente um projeto de inclusão.

vivian disse...

Que letra de música!
Bom conhecer projetos que realmente incluem.

Georgia disse...

Regina passando para um abraco.

Bom fim de semana

aline disse...

Ameeeeeeeeeeeeiii!!!!!!!!!
a foto que esta no blog tem minha turma tb , puxa como foi bom relembrar deste dia.
Acho muito bacana a sua iniciativa de levar os alunos a conhecerem um outro lado dos hospitais psiquiatricos , onde nao há loucos mais artitas ...além disso o que seriamos de nós humanos se nao fossemos loucos de vez enguando ?!


beijokinhas
saudades mil de ti

Lisete de Silvio disse...

Que maravilha!
é só o que , emocionada, posso dizer.