quarta-feira, 14 de abril de 2010

Os religiosos e suas intolerâncias

É esse o espírito de caridade? Então só podemos ajudar aqueles que comungam de nossas idéias? Lamentável.
Uma tragédia!
Contando ninguém acredita. Foi na Semana Santa, quando jogadores do Santos entregariam ovos de Páscoa aos 38 adultos e crianças com paralisia cerebral do Lar Mensageiros da Luz, na Baixada Santista. Mal o ônibus parou na porta, os jogadores Neymar, Robinho, Fábio Costa, Durval, Léo, Marquinhos e Brum se recusaram a descer e ainda chamaram Ganso, que chegava em seu carro, para entrar no ônibus, de onde ele também não mais saiu. Motivo? Souberam que a instituição fora fundada por espíritas! E onde está aquele nosso povo brasileiro, bom e generoso, sem preconceitos? Pelo visto, perdeu-se nas pregações histéricas de seitas que, em vez de contribuírem para o crescimento espiritual de seus seguidores, retalham o Brasil, fazendo dele uma pátria dividida em religiões, antítese de tudo que sempre fomos, na contra-mão da própria Constituição! Que decepção para as crianças aqui vistas na foto. Para saber mais sobre a obra: www.mensageirosdaluz.org.br.
Fonte: Hildegard Angel, JB, Caderno B, 13 de abril de 2010.

11 comentários:

Max disse...

Quando me deparo com notícias como essa tenho medo dessa intolerância. As grandes guerras religiosas surgiram pela falta de respeito com a escolha alheia.
Em nome de que "deus" esse pessoal age?

Mimi disse...

Esses "meninos" jogadores, que vivem em baladas na baixada santista, mostraram bem o sentimento que guardam em seus... corações(????).
Uma vergonha!!!!! Quem conhece , trabalha e pode conviver com esses seres de luz, que são as crianças recusadas pelos "meninos da vila", entende que foram eles é que perderam! Perderam a chance de aprender o quanto vale um olhar carinhoso, um beijo sincero, um sorriso de gratidão!
Sabe de uma coisa, Rê??
A vida, grande mestra, se encarregará!
Beijos

Re disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Re disse...

Sem comentários...Vale lembrar que o maior ensinamento de Deus é: "Amar ao próximo como a ti mesmo". E não me lembro de ter visto nenhum rótulo de religião que defina se devemos ou não ajudar um irmão necessitado... Que coisa triste!
Bjs em todos!

Georgia disse...

Com certeza Regina. Eles nao devem ler a Biblia porque o apóstolo Pulo fala que ele se fez fraco para ganhar os fracos, se fez de forte para ganhar os fortes. Sao todos uma cabeca telegiada.

Olha, nao recebi seu email e nem caiu no Spam. Que bom que vc deixou o recado lá na Saia.

Ainda nao foi escolhida uma data só o local. Vou te passar por email.

Mas nao daria nenhum sábado? Porque acho que esse seria o dia que todas vcs poderiam se encontrar. Vamos ver...

Um beijo

Beth/Lilás disse...

Olá, Regina!
Vim te conhecer pela indicação da amiga Georgia, a fim de promover nosso encontro no Rio qualquer dia desses.
Compactuo contigo desta aberração e intolerância a que presenciamos hoje em dia aqui e no mundo todo.
Uma tristeza e vergonha para nós da raça humana!
beijos cariocas

Vanessa disse...

Regina, que absurdo esta notícia. A intolerancia de uma parte dos chamados evangélicos para com os espíritas é conhecida, mas essa falha no teste da caridade, este escorregão feio daqueles que se intitulam jogadores de " cristo" é o fim.

Bem, eu sou a Vanessa do blog Fio de Ariadne e cheguei aqui através da lista que a Georgia enviou para organização do encontro do blog O que elas estão lendo? Gostei muito do espaço e aparecerei mais vezes.

Abraço

Beta disse...

Olá Regiina,
Vim te conhecer já que participaremos do encontro de blogueiras.
Adorei seu blog.
Passa lá no MIX depois ok?

bj

Cris Caetano disse...

Cruzes, que preconceito ridículo... e eles não aprendem na religião deles nada sobre caridade? Esses não salvam de uma enchente um vizinho que seja de outra religião... é bem capaz de deixarem um ser humano morrer. E me perdoe o radicalismo, mas eu fico irritada com atitudes como essa.

E vim te conhecer e gostei! Vou participar do encontro organizado pela Georgia.

Beijinhos

Maria Thereza disse...

Pois é minha querida, li este artigo no Yahoo e depois um primo, revoltado, veio me contar! Não é uma pena que a palavra "caridade" tenha peso diferente para diferentes religiões!? Muito engraçado, a caridade dele é apenas para os deles. Como tem religião assim, o que mostra o grande engano de todos que se dizem religiosos. "Sem caridade não há Salvação..." E o meu Mestre passou o que passou e não conseguiu ser entendido. como é difícil amar ao próximo, principalmente se ele for ou tiver algo diferente de mim....balela!!! Falsos e mesquinhos! tudo o que eles teem vem de Deus, se não fazem bom uso...
Melhor parar pq sinto revolta e se assim me colocar, não serei melhor que eles.
Mas precisamos dizer NÃO a esse tipo de atitude!
Beijos Rê

vivian disse...

Sabe de uma coisa, acho que esse pessoal usa "antolhos" só olham para frente e muitas vezes não são capazes de enxergar e perceber.
Perderam a oportunidade de aprender algo nessa visita.
Perderam a oportunidade de contagio com a alegria. Essa alegria que a gente percebe nas fotos.
As crianças são portadoras de paralisia cerebral e esse povo é poratdor de paralisia emocional. Pronto, falei! (Como diz o meu filho)