sábado, 12 de março de 2011

Nova terapia...

Fui à Feira de Antiguidades na Rua do Lavradio, RJ, e encontrei numa barraca de artesanato esse porta alfinetes.
Queria comprar dois para presentear umas amigas queridas, mas a artesã me disse que já havia vendido todos, tendo sobrado somente um.
Vou enviar esse mimo para Lis, mas deixo a sugestão como um novo processo terapêutico.
Quando quisermos descarregar nossa indignação contra as maracutaias políticas é só usar muitos alfinetes no político imortal, que representa a “nata” da política brasileira.
Mãos à obra!

8 comentários:

Vanessa disse...

ah, mas eu queria uma também!

Mimi disse...

Sugestão: Vamos pedir que a Rê, faça uma de suas "artes" com a cara de pau desses farabutos, embrulhões, vergonha do povo, etc...
Para podermos dar-lhes o tratamento que merecem!
Alfinetes espetados é pouco!!!!
Bando de lesa pátria! Merecem mais, muito mais!
Dessa forma, vamos nos curar!
Rê!!! Vá pensando nisso!!!
Beijo

Lisete de Silvio disse...

eheheh
AHAHAHDOREI!
haja alfinete
Rê, adoreiiiii.
Jamais imaginei!
Obrigada
Beijo

Monica Loureiro disse...

rsrsrs
Adorei a idéia !

orvalho do ceu disse...

Olá, querida Re
Artesanato com dupla intenção...
rsrsrs...
Bjs de paz excelente tarde de Domingo.

O que Cintila em Mim disse...

Por favor espete em meu nome 700.000 agulhas enferrujadas.

Beta disse...

Oi linda! Saudade de ti!
Vim aqui te desejar um feliz dia da poesia e te convidar para conhecer o autor Mário Goulart. Além de aproveitar para participar do sorteio do seu livro! Te espero no Mix, segue o link da entrevista/sorteio: http://www.mixculturainformacaoearte.com/2011/03/mario-goulart-autor-do-livro-tio-heroi.html

Abs,
Beta

Beta disse...

Tava pensando em mim é? Que coisa! Transmimento de pensação total! hahahahaha

Bj