sábado, 30 de julho de 2011

As cinzas e a vida...


"Quanto a mim, não desejo ser enterrado em ataúde. Sofro de claustrofobia. A idéia de ficar trancado numa caixa me causa arrepios. Acho a cremação um lindo ritual. As cinzas, soltas ao vento, lançadas sobre o mar, colocadas ao pé de uma árvore, são símbolos da leveza, da liberdade e da vida."  Rubem Alves, Em defesa das flores, In O amor que acende a lua


Há algum tempo fiz minha declaração de cremação, deixei para minha família a tarefa de escolher o local das minhas cinzas com a recomendação que o lugar escolhido não prejudicasse o meio ambiente.

Um comentário:

Cris Caetano disse...

Eu também sofro de claustofobia.

Beijocas