sexta-feira, 18 de junho de 2010

A mercearia que vende afetos


A história da Mercearia Paraopeba, em Itabirito,  e seus personagens.
Obrigada Lis por enviar-me  essa preciosidade.

2 comentários:

vivian disse...

Que história bonita.
Lembro das quitandas da minha infância.
bjs.

MENEZES disse...

Como a vida pode ser simples... as pessoas é que complicam! Que saudade do tempo em que se entrava em um armazem, se escolia um produto e o dono dizia: "esse não! já está passado! vou buscar um novo!".