quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Dia Mundial de Combate a AIDS


Símbolo do lacinho



O laço vermelho é visto como símbolo de solidariedade e de comprometimento na luta contra a Aids. O projeto do laço foi criado, em 1991, pela Visual Aids, grupo de profissionais de arte, de Nova York, que queriam homenagear amigos e colegas que haviam morrido ou estavam morrendo de Aids. A Atriz Elizabeth Taylor patrocinou a confecção do símbolo.O Visual Aids tem como objetivos conscientizar as pessoas para a transmissão do vírus, divulgar as necessidades dos que vivem com o HIV/Aids e angariar fundos para promover prestação de serviços e pesquisas.O laço vermelho foi escolhido pela sua ligação ao sangue e à idéia de paixão, afirma Frank Moore, do grupo Visual Aids, e foi inspirado no laço amarelo que honrava os soldados americanos da Guerra do Golfo.Foi usado publicamente, pela primeira vez, pelo ator Jeremy Irons, na cerimônia de entrega do prêmio Tony Awards, em 1991.Ele se tornou símbolo popular entre as celebridades nas cerimônias de entrega de outros prêmios e virou moda. Por sua popularidade, alguns ativistas ficaram preocupados com a possibilidade de o laço se tornar apenas um instrumento de marketing e perdesse sua força, seu significado. Mas, ao contrário disso, a imagem do laço continua sendo um forte símbolo na luta contra a Aids, reforçando a necessidade de ações, pesquisas e, principalmente, de solidariedade aos que convivem com o HIV/Aids.
 
 
 
 Minha amiga Marlucia, meu amigo André Filho, e todas as crianças que partiram vitimadas por esse vírus e em especial ao Dante que no início do meu trabalho como voluntária me deu uma das maiores lições de vida, minha saudade.
 
 Meu carinho a amiga Elizabeth Martins que iniciou o trabalho voluntário junto às crianças soropositivas do Hospital Infantil do Fundão.

3 comentários:

Marcio JR disse...

Além da doença, existe algo muito pior. Existe o preconceito.

Enquanto sofrermos com este mal, será como se a doença aflorasse não apenas no portador, mas em todos aqueles que estão em torno dele.

Que se acabe com o preconceito, tanto quanto ao portador da doença, quanto contra aqueles que ajudam, que ficam ao lado de amigos, ou até mesmo estranhos, unicamente pela vontade de ajudar e pela solidariedade que carregam.

Linda mensagem, minha amiga.

Abraços.

Marcio

Tatiana disse...

Olá!
Tudo jóia? Espero que sim!
Estamos juntas no Amigo Oculto do Mix... Espero que seja uma grande festa!
Esse tema merece sempre a nossa atenção.
É preciso que tenhamos consciência.
Beijos

O que elas estao lendo!? disse...

A luta é enoooooorme, amiga.


E hoje viemos até aqui para te convidar para ler o desafio que lancamos no blog este mês: Me convenca em 3 frases porque devo ler este livro.

Neste mês super agitado nada como uma super dica relâmpago de um bom livro como presente de natal.

Te esperamos lá.

Abracos