domingo, 21 de junho de 2009

Vitral

“A vida se retrata no tempo formando um vitral,
de desenho sempre incompleto,
de cores variadas,
brilhantes,
quando passa o sol.
Pedradas ao acaso acontece de partir pedaços
ficando buracos,
irreversíveis.
Os cacos se perdem
por aí.
Às vezes eu encontro
cacos de vida
que foram meus,
que foram vivos.
Examino-os atentamente tentando lembrar
de que resto faziam parte.
Já achei caco pequeno e amarelinho
que ressuscitou de mentira, um velho amigo.
Achei outro pontudo e azul, que trouxe em nuvens
um beijo antigo.
Houve um caco vermelho
que muito me fez chorar,
que eu lembrasse de onde me pertencera."


Maria Antonia de Oliveira, In Seriguelas

Um comentário:

Lisete de Silvio disse...

Vitral, caleidoscópio, cacos, pedaços da vida.

Muito lindo.

Bjs